oticas-em-tempo-de-crise

A crise financeira do país não é mais novidade. A recessão é assunto desde meados de 2015 e, infelizmente, ainda é uma realidade. Essa instabilidade atingiu boa parte dos setores, incluindo as óticas.

Em 2012, a GS&MD – companhia especialista em varejo, marketing e distribuição -, fez um estudo e apontou dados otimistas: o faturamento do segmento óptico progrediria de R$ 19,5 bilhões para R$ 39,2 bilhões em 2017.

Esses dados foram levantados pelo Estudo Óptica 2012 e patrocinado pela Associação Brasileira da Indústria Óptica, Abióptica. E o principal objetivo era antecipar as tendências e identificar o perfil do público-alvo.

Porém, diante do atual cenário, a Abiótica se viu na obrigação de revisar as suas projeções. E em 2016 divulgou um novo levantamento. Dessa vez não tão otimista. Segundo associação, a receita do segmento teve uma queda de 22% no acumulado de 12 meses até junho do ano passado. Em contrapartida, a associação afirmou que a perspectiva é de uma melhora no segundo semestre de 2017.

Como vimos, as estatísticas podem mudar de um dia para o outro. Portanto, é fundamental que os gestores fiquem atentos às oportunidades e estejam alinhados com as tendências e inovações do mercado, seja para pegar carona no crescimento ou para arrumar uma alternativa no caso de mais uma recessão.

Para ajudar os empresários do ramo óptico, que desejam manter as vendas aquecidas, listamos algumas dicas, acompanhe:

4 Dicas para aumentar as vendas e aprimorar a gestão da sua ótica

Óticas

1 – Treinamento

Capacitar e incentivar a sua equipe é primordial, até mesmo em tempos de crise. Lembre-se que tudo que ajuda a aprimorar as competências e os processos internos é um investimento e não um gasto.

Promova cursos que tenham como foco estratégias de vendas, abordagem de clientes, palestras motivacionais e treinamentos específicos para um determinado produto –  principalmente quando entrar um novo item no seu catálogo que os vendedores desconhecem.

2 – Atendimento

O atendimento do seu estabelecimento precisa ser personalizado. Os vendedores devem se interessar pelo problema do cliente, tirar dúvidas, chamá-lo pelo nome e, o mais importante, criar vínculos.

Estimule a sua equipe a criar uma agenda de cadastros com detalhes importantes, como contato, problema, produto de interesse e perfil de cada pessoa que atender.

Muitos indivíduos que entram em uma loja ainda não estão preparados para a compra, mas, dependendo da abordagem e da identificação com o vendedor e estabelecimento, podem comprar posteriormente.

Um tratamento diferenciado faz toda a diferença. Por isso, coloque como meta a conquista de fãs e não apenas de clientes.

3 – Pós-venda

Se o seu objetivo é fidelizar o consumidor e conquistar entusiastas, como citamos acima, você deve investir no pós-venda. Entre em contato para saber como está a adaptação ao produto comprado, para avisar o início de alguma promoção e para saber como foi a experiência.

O contato pode ser feito por meio de ligações, e-mails, SMS e mensagens em aplicativos, como o WhatsApp.

Não esqueça de fazer cadastro de todos os seus clientes. Dessa forma, a chance de eles voltarem ou indicarem a sua loja é bem maior. Teste!

4 – Software

Alguns problemas comuns na rotina de óticas, como rastreamento de peças, incompatibilidade de requisições, controle de estoque e burocracia para realizar pedidos aos laboratórios podem fazer com que você perca clientes e, consequentemente, dinheiro.

Esses contratempos podem ser resolvidos com um sistema que integra ótica e laboratórios. Um programa específico para o segmento ajudará a organizar as rotinas administrativas, assim como a área de vendas, estoque e encomendas.

Grupo Acert, referência em softwares de gestão e consultoria para o segmento óptico, possui soluções que otimizam os processos e facilitam a administração e o controle financeiro.

Os programas ERP SGO, para laboratórios e distribuidoras, e o Gerencial Óptico, para óticas, têm como uma das principais características a facilidade de realizar pedidos.

Em menos de três minutos já possível ter a sua solicitação dentro do laboratório, sem burocracia. Boa parte dos estabelecimentos não possuem esse recurso e acabam perdendo vendas. Algumas óticas demoram quase um dia para fazer a requisição.

Aperfeiçoar os procedimentos e auxiliar a sua força de vendas é fundamental para o sucesso da sua ótica e a tecnologia deve ser usada como uma aliada nesse processo de aperfeiçoamento. Portanto, não perca mais tempo e contrate o serviço já!

button (7)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *